5 passos para vencer a compulsão financeira

A compulsão financeira é um problema que afeta muitas pessoas que não conseguem controlar os seus gastos e acabam se endividando ou comprometendo o seu orçamento. Essa dificuldade pode ter diversas causas, como a busca por satisfação instantânea, a forma de recompensa, a diminuição do estresse, a competição com outras pessoas ou a falta de planejamento financeiro. Se você se identifica com esse problema, saiba que é possível vencer a compulsão financeira e ter uma vida financeira mais equilibrada e saudável. Para isso, você precisa seguir alguns passos simples e eficazes. Veja quais são eles:

1. Reconheça o problema

O primeiro passo para vencer a compulsão financeira é reconhecer que você tem esse problema e que ele está prejudicando a sua vida. Para isso, você pode fazer um diagnóstico da sua situação financeira, anotando todas as suas receitas e despesas, e verificando se você está gastando mais do que ganha, se tem dívidas ou se está usando o crédito de forma inadequada.

Você também pode observar os seus hábitos de consumo e identificar os gatilhos que te levam a gastar compulsivamente, por exemplo, você pode perceber que gasta mais quando está ansioso, triste, entediado ou com baixa autoestima. Ou que gasta mais quando vê uma promoção, uma novidade ou uma propaganda.

Ao reconhecer o problema, você pode tomar consciência dos seus comportamentos e das suas emoções, e buscar formas de mudá-los.

2. Estabeleça metas e limites

O segundo passo para vencer a compulsão financeira é estabelecer metas e limites para os seus gastos. As metas são objetivos que você quer alcançar com o seu dinheiro como, por exemplo, quitar as suas dívidas, poupar para uma emergência, investir em um sonho ou se aposentar.

As metas devem ser específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais. Então, em vez de dizer “quero economizar dinheiro”, diga “quero economizar R$ 500 por mês durante um ano para fazer uma viagem”.

Os limites são regras que você deve seguir para não gastar mais do que pode ou do que precisa. Os limites devem ser realistas, flexíveis e adaptáveis; por exemplo, você pode definir um limite de R$ 100 por semana para gastos pessoais, mas permitir-se gastar um pouco mais em ocasiões especiais.

Ao estabelecer metas e limites, você pode ter um planejamento financeiro mais eficiente e motivador.

3. Evite tentações

O terceiro passo para vencer a compulsão financeira é evitar as tentações que te fazem gastar sem necessidade. Para isso, você pode adotar algumas medidas simples, como:

  • Saia de casa com o dinheiro necessário para as suas despesas diárias;
  • Evite sair com cartão de crédito e débito;
  • Avalie a possibilidade de cancelar o cartão de crédito por um período;
  • Não carregue folhas de cheque;
  • Não pegue cartões, cheques ou dinheiro de terceiros2;
  • Evite frequentar lugares onde você costuma gastar muito, como shoppings, lojas ou restaurantes;
  • Não compre por impulso ou por influência de outras pessoas;
  • Jamais compre pela internet sem pesquisar preços e condições;
  • Nunca se inscreva em sites ou aplicativos de compras coletivas ou de ofertas;
  • Não se deixe levar por propagandas enganosas ou falsas promessas.
  • Ao evitar as tentações, você pode reduzir os seus gastos desnecessários e resistir aos impulsos.

4. Busque alternativas saudáveis

O quarto passo para vencer a compulsão financeira é buscar alternativas saudáveis para lidar com as suas emoções e necessidades. Em vez de gastar dinheiro para se sentir bem, você pode procurar outras formas de obter prazer, satisfação e bem-estar. Algumas sugestões:

  • Praticar atividades físicas, relaxamento ou meditação;
  • Cultivar hobbies, interesses ou talentos;
  • Ler livros, assistir filmes ou ouvir músicas;
  • Aprender algo novo, fazer um curso ou estudar;
  • Fazer trabalho voluntário, ajudar alguém ou doar algo;
  • Conversar com amigos, familiares ou profissionais;
  • Fazer terapia, hipnoterapia ou coaching.
  • Ao buscar alternativas saudáveis, você pode melhorar a sua qualidade de vida e a sua autoestima, e diminuir o estresse e a ansiedade.

5. Peça ajuda

O quinto e último passo para vencer a compulsão financeira é pedir ajuda quando necessário. Você não precisa enfrentar esse problema sozinho. Conte com o apoio de pessoas que te querem bem e que podem te ajudar de diversas formas. Você já pensou em:

  • Pedir a um amigo ou familiar para te acompanhar nas compras e te ajudar a controlar os gastos;
  • Solicitar a um consultor financeiro para te orientar sobre como organizar as suas finanças e como investir o seu dinheiro;
  • Recorrer a um psicólogo, hipnoterapeuta ou coach para te auxiliar a entender e a tratar as causas da sua compulsão financeira e a mudar os seus hábitos de consumo.

Ao pedir ajuda, você pode ter mais confiança e segurança para superar a compulsão financeira e ter uma vida financeira mais saudável.

Enfim…

A compulsão financeira é um problema que pode ser vencido com determinação, disciplina e ajuda. Seguindo os cinco passos que apresentamos neste artigo, você pode ter mais controle sobre os seus gastos e sobre as suas emoções, e alcançar os seus objetivos financeiros.

Leia também: 7 dicas para evitar gastos de final de ano

Se você quiser saber mais sobre como vencer a compulsão financeira, você pode consultar os seguintes sites:

Eduardo Moreira: Compulsão por gastar dinheiro: como lidar?

Psicóloga Fabíola: Compulsão por Compras – Dicas, Sintomas e Tratamento

Psicanálise Clínica: Impulsividade: significado e dicas para controlar

1 thought on “5 passos para vencer a compulsão financeira”

  1. Pingback: 5 passos para se livrar das dívidas - Fator Financeiro

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

eight + 4 =

Scroll to Top